Se conecte com a gente

Aconteceu

Polícia de Miami se ajoelha e reza em protesto por George Floyd

Policiais de Miami provaram que não é sobre a farda e sim sobre quem está vestindo.

Publicado

no

Foto: @_SJPeace_/Twitter

Não é sobre a farda, é sobre quem veste ela. Essa máxima pôde se comprovar verdadeira com o que aconteceu em Miami, quando em meio aos protestos contra a brutalidade policial contra negros desencadeados com o assassinato de George Floyd, um ato de empatia aconteceu entre os policiais.

A delegacia de Coral Gables, cidade da Flórida que é um grande reduto de latinos, surpreendeu os manifestantes que ao chegarem, se depararam com policiais presentes se ajoelhando e rezando por Floyd. A emoção foi tanta, que todos se abraçaram em meio ao ato. Juan Diasgranados, porta-voz da polícia local, que estava entre os participantes, afirmou que é preciso amenizar o clima de confronto.

“Como líderes dessa profissão, todos nós devemos melhorar o treinamento e os protocolos para que nossos esforços para construir e manter a confiança da comunidade não sejam perdidos ou ofuscados”, afirmou, à emissora americana Fox.

Por conta dos manifestantes violentos que comentaram vandalismos e saqueamentos, cerca de 5 mil soldados da Guarda Nacional foram mobilizados no último domingo (31), pelo presidente Donald Trump em 15 estados e na capital dos Estados Unidos. Segundo Trump, outros 2 mil estavam prontos para intervir se fosse preciso.

“Não podemos e não devemos permitir que um pequeno grupo de criminosos e vândalos destrua nossas cidades e provoque devastação em nossas comunidades”, disse o presidente Trump na véspera.

“Meu governo irá interromper a violência da multidão”, completou o presidente americano, que acusou o grupo Antifa (antifascista) de orquestrar a escalada.

Publicidade
Click para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade

Em Alta